Tag Archives: propostas

Propostas

19 nov

Propostas de governoNos próximos posts iremos reproduzir as propostas do vereador Toninho Vespoli, colhidas de sua página de campanha para vereador.

Elas estão divididas entre:

– Juventude;

– Educação;

– Saúde;

– Pessoa com deficiência.

Além disso, iremos anexar aqui os compromissos assumidos pelo vereador com as seguintes organizações:

– Movimento Passe Livre;

– FRENTEX – Frente Paulista pelo Direito à Comunicação e Liberdade de Expressão;

– Ciclo Cidade e Ciclo BR – Mobilidade por bicicleta;

– Pacto da Juventude.

Convidamos a todos a lerem as propostas e acompanharem. Nosso blog estará sempre à disposição para esse trabalho.

Entrevista para o Estadão

26 out

Dia 24 de outubro foi transmitida entrevista online de Vespoli para o Estadão Online. Destacamos alguns pontos:

  • “Foi uma campanha que não prometemos nada. Apenas nos comprometemos estar ao lado dos movimentos sociais”.
  • Toninho diz que deixou o PT para ir ingressar no PSOL porque acredita que o partido abandonou suas bandeiras.
  • Psol fará oposição pragmática, isto é, coerente com os princípios do partido.
  • Propõe a redução do número de alunos na sala de aula para melhorar a qualidade da aula [proposta]
  • Propôs a fixação de médicos na periferia por meio de melhor remuneração [proposta]
  • “Toninho diz que um dos maiores problemas da sociedade é que as pessoas não aceitarem as diferenças e cita casos de violência aos homossexuais.”
  • “Apesar da bancada pequena do PSOL, vereador diz que os parlamentares do PSOL tem grande capacidade para discutir questões na Câmara. “A gente não se nega a conversar com ninguém, a gente está aberto ao diálogo, mas temos nossos parâmetros bem fortes. Mas a gente tem que olhar para fora da Câmara, a sociedade tem que exercer uma pressão”.
  • “Vereador comenta sobre o apoio de Lula ao candidato à Prefeitura em Belém. “Me sinto extramente confortável. A contradição não está no PSOL, está no PT. É um jogo de xadrez para o PT que não quer que o local seja homogenizado pelo PSDB. Então, o PT está sendo extremamente pragmático, assim como o PSOL, que também não quer o PSDB, que tem uma política ainda mais conservadora.”

Infelizmente, a entrevista não foi disponibilizada na íntegra. Acesse aqui o restante do conteúdo.